Biblioteca Aberta do Ensino Superior da Universidade de Aveiro

Biblioteca Aberta do Ensino Superior da Universidade de Aveiro >
ALFA - Comunidade BAES >
Artigos >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10849/92

Title: Escala hospitalar de ansiedade e depressão: estudo da validade de critério e da confiabilidade com pacientes no pré-operatório
Authors: Marcolino, José Álvaro Marques
Mathias, Ligia Andrade da Silva Telles
Filho, Luiz Piccinini
Guaratini, Álvaro Antônio
Suzuki, Fernando Mikio
Alli, Luís Augusto Cunha
Keywords: Avaliação Pré-Anestésica: estado psicológico
Issue Date: 2007
Abstract: Marcolino JAM, Mathias LAST, Piccinini Filho L, Guaratini AA, Suzuki FM, Alli LAC — Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão: Estudo da Validade de Critério e da Confiabilidade com Pacientes no Pré-Operatório. JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Alguns estudos têm mostrado que os pacientes experimentam uma forte angústia no período pré-operatório. A Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão (HADS) é um instrumento para a avaliação da ansiedade e da depressão. O objetivo deste trabalho foi estudar a validade de critério e a confiabilidade da Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão (HADS) em pacientes no pré-operatório. MÉTODO: Foram avaliados 79 pacientes, internados no Departamento de Cirurgia da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo e 56 acompanhantes como grupo-controle. Foram aplicados os seguintes instrumentos: Questionário de dados sociodemográficos, Inventário de Ansiedade e de Depressão de Beck e a HADS. RESULTADOS: A consistência interna da HADS variou de 0,79 a 0,84. Os itens da HADS correlacionaram-se positivamente com a pontuação total das respectivas subescalas. A correlação de Spearman entre a HADS-A e o Inventário de Ansiedade de Beck (BAI) e HADS-D com o Inventário de Depressão de Beck (BDI) variou de 0,6 a 0,7. A sensibilidade e a especificidade variaram de 69,6% a 90,9%. CONCLUSÕES: As subescalas da HADS apresentaram índices de consistência interna recomendáveis para instrumentos de triagem. Os itens da HADS correlacionaram-se positivamente com a pontuação total nas subescalas de ansiedade e de depressão. A correlação de moderada para forte entre a HADS-A e a HADS-D pode estar relacionada com a comorbidade entre ansiedade e depressão. Para o clínico que utiliza a HADS, continua útil o raciocínio que encara ansiedade e depressão como conceitos distintos. A utilização de um instrumento simples como a HADS poderia revelar casos de transtorno do humor que podem passar despercebidos pela equipe assistencial.
URI: http://hdl.handle.net/10849/92
ISSN: 0034-7094
Appears in Collections:Artigos

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Escala hospitalar de ansiedade e depressão.pdfp. 52-6283.03 kBAdobe PDFView/Open
Escala hospitalar de ansiedade e depressão.rtfp. 52-62208.54 kBRTFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace