Biblioteca Aberta do Ensino Superior da Universidade de Aveiro

Biblioteca Aberta do Ensino Superior da Universidade de Aveiro >
ALFA - Comunidade BAES >
Artigos >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10849/224

Title: Armazenamento de curto prazo e velocidade de processamento explicam a relação entre memória de trabalho e o fator g de inteligência
Authors: Colom, R.
Flores-Mendoza, C.E.
Keywords: Memória de trabalho
Memória de curto prazo
Fator g
Velocidade de processamento
Short-term memory
Processing speed
g factor
Working memory
Issue Date: 2006
Abstract: O presente artigo constitui a apresentação e discussão das evidências empíricas derivadas da análise das relações entre dois construtos-chaves do processamento humano de informação e da psicologia das diferenças individuais, a saber: a memória de trabalho e o fator geral de inteligência (g). Os resultados publicados avaliam a presença de um isomorfismo entre ambos construtos, embora ainda se desconheça a resposta à pergunta sobre o porquê desse isomorfismo. Enquanto algumas propostas favorecem uma explicação baseada em construtos tais como o controle da atenção, outras se inclinam pelo papel da capacidade para armazenar transitoriamente a informação e, em menor grau, da velocidade de processamento. Descrevem-se as principais discussões académicas e se apresentam os resultados obtidos em recentes investigações conduzidas pelos autores. Conclui-se que os componentes de armazenamento e velocidade de processamento podem constituir a fonte de explicação da relação entre o construto de memória de trabalho e o fator g.
The present article presents and discusses the empirical evidences derived from the analysis of the relationship between two key constructs of both human information processing and psychology of individual diferences, namely: working memory and general factor of intelligence (g). Empirical evidences supports the isomorphism between both constructs although the reason why such isomorphism is kept remains unknown. In some studies results support the important role of controlled attention, while others recognize the favour short-term storage (and short-term recognition speed) as nuclear components underlying such relationship. The core academic discussions around this topic, as well as data collected in recent investigations conducted by the authors are described. The main findings of our group are consistent with the perspective that the capacity for short-term storage, as well as for short-term recognition speed, account for the strong relationship between the working memory and the g factor.
URI: http://hdl.handle.net/10849/224
Appears in Collections:Artigos

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Armazenamento de Curto Prazo e Velocidade de Processamento Explicam a Relação.pdf318.18 kBAdobe PDFView/Open
Armazenamento de Curto Prazo e Velocidade de Processamento Explicam a Relação.rtf3.46 MBRTFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace