Biblioteca Aberta do Ensino Superior da Universidade de Aveiro

Biblioteca Aberta do Ensino Superior da Universidade de Aveiro >
ALFA - Comunidade BAES >
Artigos >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10849/207

Title: Tradução e adaptação cultural da Barratt Impulsiveness Scale (BIS-11) para aplicação em adultos brasileiros
Authors: Malloy-Diniz, Leandro Fernandes
Keywords: Impulsividade
Psicometria
Escalas
Personalidade
Personality
Psychometry
Scales
Issue Date: 2010
Abstract: Os objetivos deste estudo foram traduzir, adaptar culturalmente e verificar a equivalência literal, semântica e idiomática da Barratt Impulsiveness Scale (BIS-11), que avalia a presença de manifestações da impulsividade tendo como base o modelo teórico proposto por Ernst Barratt. Métodos: Inicialmente, a versão original em inglês da BIS-11 foi traduzida para o português por seis pesquisadores bilíngues. Em seguida, foi realizada uma tradução reversa para o inglês por uma tradutora de origem norte-americana. As versões original, traduzida e retraduzida foram avaliadas por um comitê de juízes especialistas, os quais emitiram pareceres com as observações pertinentes, o que culminou em uma versão final traduzida da BIS-11. As versões original e traduzida foram aplicadas em duas amostras da população geral com proficiência na língua inglesa, a fim de investigar a equivalência literal, semântica e idiomática da versão traduzida por meio de análises de correlação. Conclusão: Os resultados das análises quantitativas indicaram que a versão final do instrumento é satisfatória.
The objective of this study was to translate, make transcultural adaptation and assess the semantic, idiomatic and literal equivalence of the Barratt Impulsiveness Scale (BIS-11). Methods: This scale assesses the presence of impulsive manifestations from the theoretical model proposed by Ernst Barratt. Firstly, the BIS-11 original version in English was translated to Portuguese by six bilingual researches. After this, was made the back-translation to English by a translator that was born in United States. Then, the three versions (original, translated and back-translated) were assessed by a specialists committee which made and analyze and comments about the process and then we reach the final translated version of BIS-11. The original and translated version of BIS-11 was applied in two samples from general population with proficiency both in English and Portuguese. This method was adopted to assess the literal, semantic e idiomatic equivalence of these versions by mean of correlation analyses. Conclusion: The final results of quantitative analyses show that the final version of BIS-11 is satisfactory.
URI: http://hdl.handle.net/10849/207
Appears in Collections:Artigos

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tradução e adaptação cultural da Barratt Impulsiveness Scale (BIS-11) para aplicação em adultos brasileiros.pdfTradução e adaptação cultural da Barratt Impulsiveness Scale180.98 kBAdobe PDFView/Open
Tradução e adaptação cultural da Barratt Impulsiveness Scale (BIS-11) para aplicação em adultos brasileiros.rtfTradução e adaptação cultural da Barratt Impulsiveness Scale221.77 kBRTFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace